Portal Eventos
Copa América Masculino
Em 18 de junho de 2019 às 00:04

Copa América começa com arquibancadas vazias e taxa de ocupação abaixo de 50%

Três partidas tiveram públicos inferiores a 20 mil pagantes e taxa na casa dos 20%

Rodolfo Brito São Paulo-SP

São Paulo - A 1ª rodada da Copa América foi encerrada, na última segunda-feira, com mais um jogo de público modesto. As seis primeiras partidas registraram média de 24.738 pagantes e total de 148.425 espectadores. Apesar da marca superar a média do Brasileirão (19.246), a taxa de ocupação dos estádios do torneio da CONMEBOL conta a verdadeira história. Quatro dos seis duelos ficaram abaixo de 50%, segundo levantamento do Sr. Goool.




PúblicoTaxa de ocupação
Argentina0 x 2Colômbia34.95072,9%
Brasil3 x 0Bolívia46.34264,3%
Japão0 x 4Chile23.25332,3%
Paraguai2 x 2Qatar19.16224,3%
Uruguai4 x 0Equador13.61122,1%
Venezuela0 x 0Peru11.10719,9%

A pior situação aconteceu no grupo do Brasil. Não contentes com o empate sem gols, Venezuela e Peru ainda tiveram o menor público da rodada inicial (11.107) e a pior taxa de ocupação (19,9%). A dupla atuou na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, que tem capacidade para 55.662 tricolores, de acordo com o Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (CNEF), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Nem mesmo o tradicional Uruguai conseguiu atrair torcedores para o Mineirão. A goleada, por 4 a 0, sobre o Equador contabilizou público de 13.611 apaixonados e taxa de ocupação de 22,1%. O estádio mineiro comporta 61.846 fãs. O Maracanã, por sua vez, aguenta 78.838 torcedores, mas parou em 19.162 aficionados no 2 a 2 entre Paraguai e Qatar. Taxa de ocupação de 24,3%.

 Ingressos caros e arquibancadas vazias na rodada inicial da Copa América realizada no Brasil!São Paulo / DivulgaçãoIngressos caros e arquibancadas vazias na rodada inicial da Copa América realizada no Brasil!
Para poucos...
A outra partida com taxa inferior a 50% ocorreu no Morumbi no duelo entre Japão e Chile (32,3%). Os chilenos meteram 4 a 0 diante de 23.253 pagantes. O estádio paulista tem capacidade para 72.039 espectadores. Na estreia, o Brasil jogou neste mesmo Morumbi e venceu a Bolívia, por 3 a 0, para a alegria de 46.342 brasucas.

A taxa de ocupação da abertura da Copa América foi de 64,3%. O melhor desempenho, no entanto, ocorreu no triunfo da Colômbia, por 2 a 0, sobre a Argentina. A Arena Fonte Nova, em Salvador, recebeu 34.950 fãs e obteve taxa de 72,9%. O estádio baiano tem capacidade para 47.907 torcedores.

Ingressos caros...
Além da falta de interesse do público, o valor do ingresso também tem afastado os torcedores das arquibancadas. Na estreia do Brasil, por exemplo, o valor média da entrada chegou a incríveis R$ 485,00. A renda bruta foi astronômica (R$ 22.476.630,00). No jogo com a melhor taxa de ocupação, em Salvador, o ingresso médio ficou em R$ 265,00 e a renda bruta em R$ 9.259.710,00.

Até mesmo na partida com o pior público o preço esteve salgado. Em Porto Alegre, o valor médio superou os R$ 200,00 (R$ 216,00). A arrecadação de Venezuela e Peru foi de R$ 2.400.080,00. A menor renda, porém, ocorreu no Mineirão (R$ 1.534.535,00). A entrada média de Uruguai e Equador alcançou a marca de R$ 113,00.

 
"