Portal Eventos
Brasileirão Série D
Em 10 de junho de 2019 às 00:05

Série D terá confrontos de clubes de regiões distintas, mas também duelos estaduais

Sem falar que três duelos do mata-mata serão iguais ao da fase de grupos

Rodolfo Brito São Paulo-SP

São Paulo - A Segunda Fase da Série D do Campeonato Brasileiro, na teoria, seguirá com a regionalidade, assim como a fase de grupos, mas nem todos os clubes conseguiram enfrentar rivais da mesma região. No primeiro mata-mata da divisão serão quatro duelos entre clubes de regiões distintas, segundo levantamento do Sr. Goool. Há ainda embates estaduais e até mesmo partidas repetidas.

O nordestino Atlético Cearense, por exemplo, terá a vantagem de decidir em casa contra o nortista Bragantino, do Pará. A Patrocinense, enquanto isso, atuará a segunda em Minas Gerais contra o baiano Juazeirense. Haverá ainda o confronto entre o Brasiliense, do Distrito Federal, e o Vitória, do Espírito Santo. O Jacaré terá a vantagem.

Já o Cianorte, do Paraná, será o mandante da segunda partida ante a Ferroviária, de São Paulo. Se estes oito clubes terão que viajar para outras regiões, há quatro participantes que sequer sairão do estado. Dois dos 16 embates da Segunda Fase serão estaduais. Estas duas partidas acontecerão no Sul.

Os catarinenses Brusque e Hercílio Luz vão medir forças. O Bruscão, que perdeu o 100% na última rodada, decidirá em casa. Vantagem também para o Avenida contra o Caxias no duelo gaúcho pela última divisão nacional. Entre as curiosidades da Segunda Fase há também duelos repetidos. Um destes casos será entre Manaus e Real Ariquemes que estiveram no Grupo A2 e voltarão a se enfrentar na Segunda Fase.

 Ferroviária terá que viajar para outra região para duelar pela Segunda Fase da Série D do Brasileirão!Jonatan Dutra / FerroviáriaFerroviária terá que viajar para outra região para duelar pela Segunda Fase da Série D do Brasileirão!
Repeteco!
O Manaus fechou a Primeira Fase com 14 pontos, três a mais do que os rondonienses. No confronto direto entre os rivais, os amazonenses venceram, em casa, por 4 a 1, e empataram fora, por 1 a 1. No Grupo A6, América de Natal e Bahia de Feira voltarão a medir forças. O Mecão fechou com 14 pontos, ante dez dos baianos.

O Tricolor, no entanto, poderá ser eliminado por suspeita de ter escalado, de forma irregular, o volante Edimar. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ainda julgará o caso. Em campo, o América empatou, em casa, sem gols e superou o Bahia, por 2 a 1, em Feira de Santana. Outro jogo nordestino se repetirá.

Fluminense de Feira e Salgueiro se pegaram no Grupo A8 e duelarão no mata-mata. O Tricolor levou a vantagem sobre o Carcará (12 a 10). No confronto direto, no entanto, empates por 1 a 1 em Feira de Santana e 0 a 0 em Salgueiro. O paraense São Raimundo foi o pior líder entre os 17 e acabou no Bloco II. Fast Clube e Sinop, enquanto isso, tiveram as piores campanhas como 2ºs colocados e foram eliminados.

Regulamento:
Os confrontos da Segunda Fase terão os 32 clubes classificados separados em dois blocos. O melhor colocado do Bloco I pegará o pior colocado do Bloco II e assim sucessivamente. Serão jogos de ida e volta.

Bloco I: os 16 clubes de melhor campanha, dentre os 17 primeiros colocados de cada grupo, na Primeira Fase; estes 16 clubes serão ordenados pelos seus grupos na Primeira Fase, em ordem crescente, recebendo a numeração de 01 a 16;

Bloco II: o clube de pior campanha entre os 17 primeiros classificados, mais os 15 melhores segundos colocados dos 17 grupos, na Primeira Fase; estes 16 clubes serão ordenados pelos seus grupos na Primeira Fase, em ordem crescente, recebendo a numeração de 17 a 32.

Nas fases seguintes, sempre em mata-mata com jogos de ida e volta, o clube com melhor campanha na somatória das fases anteriores terá vantagem de decidir em casa. Os quatro melhores colocados conquistarão o acesso à Série C. Os finalistas ainda decidirão o título da edição 2018.

 
"