Portal Eventos
Paranaense 1ª Divisão
Em 13 de abril de 2019 às 16:05

Interior volta à final do Estadual Paranaense após ausência em três edições

Toledo, campeão do turno, tentará evitar o bicampeonato do Athletico Paranaense

da Redação -

Paraná - O interior, representado pelo Toledo, encerrou jejum de três temporadas fora da final do Campeonato Paranaense. O TEC, campeão da Primeira Taça, equivalente ao 1º turno, tentará evitar o bicampeonato do Athletico Paranaense, vencedor da Segunda Taça. O confronto de abertura da decisão será neste domingo, às 16 horas, no Estádio Municipal 14 de Dezembro, em Toledo.

Os clubes de fora da capital estavam ausentes da finalíssima desde 2015, quando o Estadual foi decidido por Operário e Coritiba. Aquela temporada, aliás, também foi a última com o interior no lugar mais alto do pódio. O Fantasma fez história com a conquista em cima do Coxa. Desde então, Athletico e Coritiba tomaram conta do Paranaense.

 Athletico e Toledo se reencontrarão no Paranaense; Primeiro duelo não acabou nada bem ao TEC!Athletico Paranaense / DivulgaçãoAthletico e Toledo se reencontrarão no Paranaense; Primeiro duelo não acabou nada bem ao TEC!
O Furacão foi campeão em 2016 e 2018, enquanto o Coxa ficou com o título em 2017. O clube alviverde, no entanto, leva vantagem no total com 38 voltas olímpicas e no século XXI com oito troféus. O Rubro-negro, por sua vez, acumula 24 comemorações, sendo seis neste século. A última dobradinha do Athletico foi em 2001 e 2002. O Toledo, enquanto isso, está pela primeira vez na final.

E o Porco, como o Toledo é conhecido pelos torcedores, chega esfacelado para a final após um desastroso 2º turno. Tanto é verdade que o TEC acabou na vice-lanterna da classificação geral e só não foi rebaixado por causa do título do turno e da vaga na final. A campanha do clube do interior tem apenas duas vitórias (uma em casa e outra fora), oito empates (quatro como mandante e quatro como visitante) e três derrotas (uma ao lado da torcida e duas fora), além de 13 gols a favor e nada menos do que 20 tentos sofridos (pior defesa). Aproveitamento modesto de 35,9%.

O Athletico, por sua vez, é dono da melhor campanha do Estadual com sete triunfos (cinco em casa e dois fora), três igualdades (um como mandante e dois como visitante) e três derrotas (duas ao lado da torcida e uma fora), além de 27 gols pró (melhor ataque) e 12 tomados. Desempenho de 61,5%. Na fase de grupos, o Furacão enfiou impiedosos 8 a 2 no Toledo na Arena da Baixada, local do jogo de volta no domingo de Páscoa.

 
"