Portal Eventos
Mineiro Módulo I
Em 13 de abril de 2019 às 10:15

Atlético e Cruzeiro voltam a disputar três finais seguidas do Mineiro no século XXI

Galo foi campeão em 2017 e Raposa é a atual vencedora do Estadual de Minas Gerais

da Redação -

Minas Gerais - Atlético e Cruzeiro são disparados os maiores campeões do Campeonato Mineiro, mas isso não significa que a dupla está constantemente nas duas primeiras colocações. Tanto é verdade que esta será apenas a segunda vez no século XXI que Galo e Raposa disputarão três finais consecutivas, segundo levantamento do Sr. Goool. O primeiro confronto acontecerá neste domingo, às 16 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte, com mando de campo do Trem Azul.

A disputa atual está acirrada. O Atlético Mineiro foi campeão em 2017, enquanto o Cruzeiro é o atual vencedor do Estadual de Minas Gerais. A sequência de três finais entre os dois maiores clubes do estado não era vista desde 2007, 2008 e 2009. Naquela oportunidade, os alvinegros até saíram na frente, mas os celestes ficaram com o bi de 2008 e 2009.

 Atlético Mineiro tem a melhor campanha e tentará evitar o bi do rival Cruzeiro no Estadual 2019!Bruno Cantini / Atlético MineiroAtlético Mineiro tem a melhor campanha e tentará evitar o bi do rival Cruzeiro no Estadual 2019!
Na verdade, tudo mudou de uns tempos para cá. Atlético e Cruzeiro perderam força e os rivais também entraram na briga pelo título. Antes, Galo e Raposa chegaram a dominar as duas primeiras colocações em nada menos do que 17 oportunidades entre 1974 e 1990. O Cruzeiro tentará o bicampeonato, feito que não obtém desde a dobradinha de 2008 e 2009. Neste século, a Raposa abocanhou oito troféus, enquanto o Galo bicou seis.

O Atlético chega à final com a melhor campanha. São 11 vitórias (oito em casa e três fora), dois empates como visitante e uma derrota longe da torcida, além de 32 gols a favor e sete tentos tomados (melhor defesa ao lado do Trem Azul). Aproveitamento de 83,3%.

O Cruzeiro, por sua vez, tem desempenho de 81%. Invicta, a Raposa apresenta dez triunfos (seis em casa e quatro fora) e quatro igualdades (uma como mandante e três como visitante), além de 33 gols pró (melhor ataque) e sete sofridos.

 
"