Terça-feira, 02 de Junho de 2020
Em 25 de fevereiro de 2020 às 10:42

Dos campeões da Recopa Sul-americana, apenas quatro não venceram no ano de estreia

Independiente e Flamengo debutam no torneio que coloca frente a frente os campeões da Libertadores e da Sul-americana

Rodolfo Brito São Paulo-SP

Rio de Janeiro - Independiente ou Flamengo entrará para uma lista nada seleta na Recopa Sul-americana. Apenas quatro vezes o campeão não levantou o troféu no ano de estreia. Equatorianos e brasileiros debutam no torneio que coloca frente a frente os campeões da Libertadores e da Sul-americana.

O River Plate foi campeão da Recopa pela primeira vez só em 2015, bem depois de ter sido vice em 1997 e 1998. O Cruzeiro também precisou sofrer em 1992 e 1993 antes de festejar em 1998. A tristeza do Vélez Sarsfield, enquanto isso, durou dois anos. Primeiro veio o vice na Recopa de 1995 e depois o título de 1997. Já o Atlético Nacional foi campeão em 2017, 27 anos após bater na trave.

Agora, chegou a vez de Independiente ou Flamengo debutar com título. O vice poderá, mais para frente, entrar para a turma que chorou primeiro e sorriu depois. Na ida, no Equador, os rivais empataram por 2 a 2. O vencedor ficará com o título. Em caso de novo empate, a decisão irá para a prorrogação e, se necessário, pênaltis.

 Campeão da Recopa Sul-americana levantará o título logo no ano de estreia no torneio!Alexandre Vidal / FlamengoCampeão da Recopa Sul-americana levantará o título logo no ano de estreia no torneio!
Campeões!

Dono do pior ataque e da pior defesa está fora da degola e a dois pontos do G8 do Paranaense

Em oito rodadas, Tricolor anotou apenas cinco gols e já sofreu 15 tentos

Leia a notícia completa
O Boca Juniors é o maior vencedor da Recopa com quatro títulos (1990, 2005, 2006 e 2008), um a mais do que o River Plate (2015, 2016 e 2019). São Paulo (1993 e 1994), Internacional (2007 e 2011), Olímpia (1991 e 2003), Grêmio (1996 e 2018) e LDU (2009 e 2010) registram duas conquistadas cada, ante uma de Nacional (1989), Colo-Colo (1992), Independiente (1995), Vélez Sarsfield (1997), Cruzeiro (1998), Cienciano (2004), Santos (2012), Corinthians (2013), Atlético Mineiro (2014) e Atlético Nacional (2017).

Entre os países, o Brasil é o maior vencedor com dez títulos e oito vices. A Argentina, por sua vez, chegou a nove conquistas, mas bateu na trave 13 vezes. Equador e Paraguai somam duas voltas olímpicas cada, uma a mais do que Colômbia, Chile, Peru e Uruguai.

Mais Notícias

 
© Copyright 2013 - 2020 Sr. Goool - Todos os direitos reservados
  1. Clique no clube para selecioná-lo.
  2. Clique na coluna para ordená-la. Um clique selecionará a coluna e dois cliques redicionarão os valores do menor para o maior
  1. Agrupe e compare as estatísticas com outros campeonatos.
    Máximo de cinco competições.
  1. Escolha o dia da semana e tenha o total e a média dos clubes;
    Escolha o horário dos jogos e tenha o total e a média dos clubes;
    Clique no clube para selecioná-lo
  1. Clique na coluna para ordená-la. Um clique selecionará a coluna e dois cliques redicionarão os valores do menor para o maior
  1. Clique na coluna para ordená-la do maior para o menor
  1. Tenha informações detalhadas ao clicar nos números de Pontos Ganhos, Jogos, Vitórias, Empates, Derrotas, Gols Pró e Gols Contra;
    Tenha informações detalhadas de público, ingressos e renda ao clicar nos números totais;
  1. Clique no escudo para ir à página do clube selecionado
  1. Clique no nome do profissional para obter maiores informações
  1. Clique no jogo para ir à página do campeonato ou clique no logo do Sr. Placar para ir à página com todos os jogos do dia
  1. Clique no jogo ou na barra do campeonato para cair na página oficial da competição
  1. Escolha no select como deseja ordenar a classificação do campeonato
  1. Clique nas colunas das siglas PG, V, E, D, GP, GC, SG e %A e ordene do maior para o menor. Dois cliques, ordene do menor para o maior;
    Clique no "C" e volte para a classificação oficial.

Reprodução proibida! © 2013 - 2020 Todos os direitos reservados ao Sr. Goool! Leia mais em www.srgoool.com.br
Siga @SrGoool, Curta e Compartilhe www.facebook.com/srgoool